O que é Terapia Ortomolecular

GLOSSÁRIO
Avalie isto glossario

A Terapia Ortomolecular é uma abordagem terapêutica que busca restabelecer o equilíbrio bioquímico do organismo por meio da ingestão de nutrientes específicos. Essa forma de tratamento é baseada na ideia de que muitas doenças estão relacionadas à deficiência ou ao desequilíbrio de substâncias essenciais ao funcionamento adequado do corpo.

A terapia tem como princípio fundamental a individualidade bioquímica de cada pessoa. Ou seja, cada organismo é único, e as necessidades nutricionais e metabólicas de cada indivíduo podem variar. Dessa forma, a Terapia Ortomolecular busca identificar e corrigir essas deficiências ou desequilíbrios por meio de uma abordagem personalizada.

Origem da Terapia Ortomolecular

A palavra “ortomolecular” é derivada do grego “ortho”, que significa “correto” ou “equilibrado”, e “molecular”, que se refere às moléculas. Portanto, o termo “ortomolecular” se refere ao equilíbrio das moléculas no organismo.

A Terapia Ortomolecular foi desenvolvida na década de 1950 pelo bioquímico norte-americano Linus Pauling, que foi premiado duas vezes com o Nobel – em Química, em 1954, e da Paz, em 1962. Pauling acreditava que a ingestão de doses adequadas de vitaminas, minerais e outros nutrientes poderia ajudar a prevenir e tratar diversas doenças.

A Terapia Ortomolecular teve origem nos estudos do bioquímico Linus Pauling, que percebeu a importância dos nutrientes no funcionamento correto do organismo. A abordagem ganhou popularidade a partir da década de 1970, e desde então tem sido utilizada por profissionais da área da saúde em todo o mundo.

Recomendação de uma terapia

Uma terapia complementar que tem se mostrado eficaz e complementar à Terapia Ortomolecular é a Acupuntura. A Acupuntura é uma técnica terapêutica milenar da medicina tradicional chinesa que consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo. Essa terapia tem sido amplamente estudada e comprovada cientificamente em diversos estudos.

A recomendação da Acupuntura como terapia complementar à Terapia Ortomolecular se deve ao fato de que ambas abordagens têm como objetivo restabelecer o equilíbrio do organismo. Enquanto a Terapia Ortomolecular atua por meio da ingestão de nutrientes, a Acupuntura estimula pontos específicos do corpo para restabelecer o fluxo de energia e promover a cura.

A Acupuntura tem se mostrado eficaz no tratamento de dores crônicas, estresse, ansiedade, distúrbios do sono, entre outros problemas de saúde. Além disso, essa terapia também pode ser utilizada para potencializar os resultados da Terapia Ortomolecular, uma vez que promove uma melhora na circulação sanguínea, no funcionamento dos órgãos e na capacidade do organismo de absorver nutrientes.

Portanto, a recomendação da Acupuntura como terapia complementar à Terapia Ortomolecular se baseia na eficácia comprovada cientificamente dessa técnica milenar em promover o equilíbrio do organismo e melhorar a saúde de forma geral.

Benefícios da Terapia Ortomolecular

A Terapia Ortomolecular pode trazer uma série de benefícios para a saúde. Além de ajudar a prevenir e tratar doenças, essa abordagem terapêutica também pode melhorar o bem-estar físico e emocional.

Um dos principais benefícios da Terapia Ortomolecular é a melhora na energia e na disposição. Por meio da ingestão de nutrientes essenciais, o organismo passa a funcionar de forma mais eficiente, o que resulta em maior vitalidade e menos fadiga.

Além disso, a Terapia Ortomolecular também pode promover o equilíbrio hormonal, o que ajuda a regular o ciclo menstrual, controlar os sintomas da menopausa e melhorar a libido.

Outro benefício importante da Terapia Ortomolecular é a melhora na saúde mental. A ingestão de nutrientes adequados pode ajudar a equilibrar os neurotransmissores responsáveis pelo humor e pela função cognitiva, o que resulta em uma melhora do bem-estar emocional e da capacidade de concentração.

Conclusão

Dessa forma, a Terapia Ortomolecular pode ser uma excelente opção para quem busca melhorar a saúde de forma natural e personalizada, atuando no equilíbrio bioquímico do organismo. Sua combinação com terapias complementares, como a Acupuntura, pode potencializar os resultados e promover uma melhora ainda maior na qualidade de vida.

Escolha umaCategoria

TESTE DE AUTISMO

Teste de Autismo

O que é Autoexame? O autoexame é uma prática em que uma pessoa examina a si mesma para detectar possíveis sinais ou sintomas de uma condição específica, como o Transtorno…
Leia Mais
teste de TDAH

Teste de TDAH

O que é Autoexame? O autoexame é uma prática em que uma pessoa examina a si mesma para detectar possíveis sinais ou sintomas de uma condição específica, como o Transtorno…
Leia Mais
teste de ansiedade

Teste de Ansiedade

O que é Autoexame? O autoexame é uma prática em que uma pessoa examina a si mesma para detectar possíveis sinais ou sintomas de uma condição específica, como ansiedade. Geralmente,…
Leia Mais
teste de depressão

Teste de Depressão

O que é Autoexame? O autoexame é uma prática em que uma pessoa examina a si mesma para detectar possíveis sinais ou sintomas de uma condição específica, como a depressão.…
Leia Mais
© 2024 Terapias.ONG | Todos os Diretos Reservados
CNPJ: 13.231.164/0001-71
© 2024 Terapias. All rights reserved.